12 de fev de 2012

Presidente da FDE escolhido por Alckmin é condenado a devolver 1,54 milhões aos cofres públicos

Amigo do governador Geraldo Alckmin (PSDB/SP), José Bernardo Ortiz foi nomeado pelo governador para ocupar a Presidente da FDE (Fundação para o Desenvolvimento da Educação).


Agora ele foi
condenado pela Justiça paulista a devolver R$ 1,54 milhão aos cofres públicos de Taubaté, cidade onde foi prefeito. 


O motivo foi irregularidades na compra de tubos de aço para canalização de córregos, em 2002, sem licitação.



Em fevereiro de 2011, o mesmo Ortiz já havia sofrido outra condenação por improbidade administrativa em outra ação movida pelo Ministério Público (MP). Foi condenado a pagar multa equivalente a quatro vezes o salário que recebia como prefeito, por contratar servidores sem concurso




Mesmo assim, Alckmin mantém o amigo na Presidência da FDE, um dos órgãos mais importantes da Secretaria da Educação, com orçamento de R$ 3 bilhões.

Entre as atribuições inventadas pela gestão tucana da FDE está assinaturas em massa de jornais e revistas demotucanos como Folha de São Paulo, Estadão, Veja, IstoÉ e Época. Tudo sem licitação. Só em 2011 foram gastos R$ 9.074.936,00.
Sintonia Fina
-Amigos do Lula





Nenhum comentário: