14 de fev de 2012

Folha lança Serra para 2014. Ôba !

Saiu na primeira página da Folha um espetacular furo de reportagem:

Serra negocia com (o que restou d)o PSDB de São Paulo a candidatura.

Na aparência, trata-se de tentativa de Serra fazer o trator do Ackmin passar por cima dos atuais candidatos a prefeito de São Paulo: são quatro.

Na verdade, como diz a própria Folha (uma autoridade em Serrismo) trata-se da candidatura de Serra a Presidente, em 2014.

Segundo a Folha, se Serra não for candidato a prefeito, não há como impedir que ele fique num mato sem Kassab.

E, num mato sem Kassab, ele não “viabiliza” sua candidatura a Presidente em 2014.

Logo, se eleito – Deus há de proteger os paulistanos do infortúnio -, Serra renunciará para perder, de novo para Dilma.

Ele tem a mania de apanhar de mulher “Queijo derrota Serra e PHA vence na Justiça”.

Aqui, você verá Serra dizer na televisão que, se eleito prefeito de São Paulo, os eleitores jamais deveriam votar nele, de novo.

E, aqui, num papel timbrado da Folha – que, pelo jeito, não presta pra nada – ele jura que cumprirá o mandato de Prefeito até o fim.

Como se sabe, Serra, o Breve, realizou uma única obra como prefeito da cidade de São Paulo: inclinou umas rampas sob um viaduto da Avenida Paulista para dificultar o sono dos mendigos.



Sintonia Fina
Conversa Afiada

Nenhum comentário: