17 de jun de 2013

PROTESTO EXPULSA EQUIPE DA "CENTRAL GLOBO DE MENTIRAS"



Equipe do jornalista Caco Barcellos foi impedida de acompanhar manifestação no Largo da Batata, em São Paulo; parte dos manifestantes, que já são 30 mil, se encaminha para a sede da Globo em São Paulo; transmissão da Globonews força a barra e tenta se apropriar da agenda dos protestos, incluindo temas de interesse da Globo, como a PEC 37.


Sobrou também para a Rede Globo. Ou melhor, para a "Central Globo de Mentiras", segundo as palavras de ordem que foram proferidas nesta segunda-feira, em São Paulo. À tarde, uma equipe do jornalista Caco Barcellos, do programa Profissão Repórter, foi impedida de acompanhar os protestos no largo da Batata, na região da Faria Lima, em São Paulo.
Os manifestantes expulsaram o jornalita e seus repórteres com gritos de "Fora Globo" e "Central Globo de Mentiras". Uma parte dos 30 mil manifestantes em São Paulo se dirige à sede da Globo na capital paulista.
Na GloboNews, a âncora Leilane Neubarth tenta, a qualquer custo, vincular os protestos à PEC 37. Em editorial recente, o jornal O Globo condenou a iniciativa do Congresso de limitar poderes do Ministério Público, com a proposta de emenda constitucional. Forçando a barra, Leilane tem tentado associar os protestos à defesa que a Globo tem feito do MP. Segundo ela, os manifestantes que subiram no topo do Congresso Nacional estariam tentando pressionar parlamentares contra a PEC.
Patético.

Nenhum comentário: