11 de abr de 2013

IG e sua fabrica de escândalos "O que a imprensa publicou sobre investigação de Lula, o fez por sua conta e risco - afirma MPF"


Marcelo Bancalero

Essa imprensa  não se cansa de produzir factoides!

Como a farsa do MENTIRÃO ,está com os dias contados, resolvem atacar Lula diretamente. E para isso, utilizam-se de  sua liberdade abusiva para plantar escândalos. 

Mancharão a reputação de muitas pessoas ligas ao PT, com intenções escusas.


Erenice Guerra, Palocci, Orlando Silva, Zé Dirceu, Genoino, João Paulo Cunha, Pizzolato...

Bastou ser petista, pra correr o risco de ter sua reputação colocada em risco por essa corja de golpistas!
Todos os  que sofreram  ataques desta imprensa bandida provaram sua inocência.

O Alvo sempre foi o PT, foi Lula!
E agora isso está mais que provado!

Querem tirar a credibilidade de quem está acabando com as chances eleitorais desse partido de bandidos, o PSDB. E não se deixem enganar, eles tem mais  escândalos  pré-fabricados prontos para serem lançados nas casas dos brasileiros pela mídia bandida até 2014.
Mas eles podem até insistir na condenação dos petistas na AP 470. Porém, o povo já tem acesso à documentação que mostra o jogo de interesses por  trás da farsa montada.

Agora a população, o próprio Lula deveriam cobrar pelo direito de resposta na telinha do Plim Plim que deu a notícia falsa, como se fosse fato.

******

Lula não é citado em investigação do Ministério Público



O Ministério Público Federal no DF (MPF/DF) confirmou, na tarde desta quarta-feira, que requereu à Polícia Federal a instauração de inquérito para “apurar um dos fatos descritos pelo empresário Marcos Valério Fernandes de Souza em depoimento prestado à Procuradoria Geral da República (PGR) em setembro de 2012″, conforme nota publicada no último dia 5. Mas, em nenhum momento, afirma que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estaria envolvido nesta ação, como esclareceu a instância judicial, por meio de sua porta-voz, Carla Zanetti, em entrevista ao Correio do Brasil.
– O que a imprensa publicou (acerca das ilações quanto ao ex-presidente Lula estar envolvido no processo), o fez por sua conta e risco – afirmou Zanetti.
O que a nota expedida pela instituição pontuou, acrescenta, é que “o teor específico desta ação corre sob sigilo de Justiça” e o relato “divulgado na imprensa” não seria confirmado ou negado pela promotoria exatamente porque está protegido do conhecimento público. O pedido de investigação à Polícia Federal, segundo confirma o MPF, restringe-se à informação de Valério sobre o citado “repasse de US$ 7 milhões por parte de fornecedora da Portugal Telecom em Macau (China), ao Partido dos Trabalhadores (PT), por meio de contas bancárias no exterior”.
Se houve realmente o fato e quem estaria nessa operação; além de todas as demais questões relativas ao processo, segundo Zanetti, “serão apuradas ao longo da investigação”. Em nenhum momento, porém, o Ministério Público teria citado o ex-presidente Lula. Quando foram publicadas as primeiras notícias sobre o um provável depoimento de Marcos Valério sobre o possível repasse de recursos à Portugal Telecom, o ex-presidente Lula teria dito a repórteres que o publicitário era um “mentiroso” e, depoi,s não tocou mais no assunto.
Novamente questionado sobre o tema, o ex-presidente afirmou, por meio de nota assinada pelo presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, que “não há nova informação em relação às que foram publicadas há cinco meses”

Nenhum comentário: