19 de fev de 2013

Yoani Sanchez, a marionete.



QUER SABER...

A repercussão da visita de Yoani Sanchez ao Brasil, a cobertura feita pela midia fundamentalista, demonstra o real compromisso de nossa imprensa com a restrição à liberdade de expressão.

Quantos blogueiros no Brasil discutem o comportamento da imprensa daqui em relação às tendências políticas de cada jornalista, dos editoriais de cada veículo de comunicação de massa, dos grandes monopólios da midia? Quantos são manchete?

Centenas de nós, diariamente, gasta seu tempo para mostrar a quem se interessa pelo "outro lado" o que se passa na vida política de nossa Nação. E nem porisso são expostos nossos argumentos. Até jornalistas conhecidos do grande público, donos de blogs, são censurados ou, simplesmente, ignorados pelas familias que controlam a informação!

E, no entanto, dá-se enorme visibildade a uma estrangeira que "denuncia" a falta de liberdade em seu país. Por acaso, este país é Cuba, inimigo do mundo capitalista ocidental!

O que querem, a não ser a liberdade em Cuba e o controle da informação no Brasil? 

Essa moça, bem articulada, que não nega receber recursos do governo dos EUA - há, inclusive, leis aprovadas pelo Congresso norteamericano que autoriza envio de recursos para quem se dispõe a praticar a contra-revolução da ilha de Fidel - e que recebe tratamento VIP das globos* e vejas* como se fosse celebridade, não passa de uma marionete do governo de Obama para difundir o ódio que nutrem por Cuba.

Que digam, os editorialistas desta imprensa nociva, o quanto estão alinhados com o pensamento neoliberal dos EUA. Que assumam, com coragem e determinação, seu lado nesta disputa. E que mostrem que Bradley Manning, militar americano, está a 1000 dias preso sem julgamento por ter vazado imagens ao Wikileaks. Que liberdade é essa?

O que não podem continuar fazendo é divulgar assuntos de seu interesse particular como sendo a verdade, e ocultando, de forma sistemática e maldosa, que seus apadrinhados políticos não valem o arroz que comem!
Nada contra apoiar este ou aquele pensamento político, afinal, democracia é assim. Esconder temas que comprometem sua "turminha" é que mostra a verdadeira falta de caráter do jornalismo do Brasil.

***



Sintonia Fina
no Blog do Saraiva

Nenhum comentário: