4 de fev de 2013

O RETORNO DO PEDÁGIO

http://guiametal.com.br/uploads/images/trainee-ccr.jpg
Companhia de Concessões Rodoviárias

Passou desapercebido pela maioria dos blogs uma fantástica notícia que nos veio da revista Harvard Business Review, frenético sonho de consumo da patuléia neoliberal.
No volume de Janeiro-Fevereiro de 2013, HBR publicou a lista “The Top 100 Best-Performing CEO in the World”.
O critério adotado, as usual no mundo neoliberal, foi “retorno ao acionista”.
O método empregado é a bestialidade de sempre; Montou-se uma cesta de desempenho de ações em algumas bolsas (as que melhor lhes atendia, é claro) e calculou-se o resultado, por ação, que o CEO devolveu ao acionista durante seu “reinado”. Em outras palavras, mediu-se o quanto uma ação valorizou e o quanto ela distribuiu como lucro, pro bolso dos acionistas.
Nesse cenário, graças ao tenaz e continuado esforço de 31 anos de demotucanato à frente do estado de São Paulo, enfim, algo realmente importante foi atingido por obra dos amados emplumados. Nessa lista, na honrosa 29a. posição, aparece o sr. Renato Alves Vale (um ilustre desconhecido), ou seja, pelo indice da HBR, no mundo inteiro, a empresa administrada pelo sr. Renato é a 29a. que mais “coloca grana” no bolso dos “seus donos”.
Maravilhoso não?
BRASIL, SIL, SIL, SIL….
Parabéns ao sr. Renato pela incrível capacidade de gerar caixa, de “fazer aparecer dinheiro”, de enriquecer seus patrões.
Seria maravilhoso não fosse “a vaca leiteira e parideira” da grana.
O sr. Renato é presidente da CCR.
O que faz a CCR?
A CCR pedagia as estradas tucanas.
Não se assuste, é isso mesmo. A CCR é especialista num único produto. PEDÁGIO.
Seu maior e quase exclusivo cliente é a “Pedagiolândia, o mundo encantado do Geraldo” que os livros de história teimam em chamar de estado de São Paulo.
Prá que doa um pouquinho mais nosso estômago eu repito, a CCR não faz outra coisa não. Ela só faz pedagiar as estradas tucanas. Nada mais. Só isso. É sua única ocupação, seu único produto.
O guru da administração, o sr. Renato, só tinha um único produto no seu portfólio prá conquistar a 29ª. posição no ranking da HBR. Coisa de craque.
Sem nenhum demérito ao sr. Renato mas qualquer que fosse o presidente da CCR ele estaria na lista da Harvard; fosse o Arrelia, a Sabrina Sato, o MC Jotinha, o FHC, a Luciana Gimenez, os dançarinos do É o Tchan, qualquer BBB, …., na verdade, até mesmo o Geraldo Alckmin, isso mesmo, até o inacreditável performático Geraldo estaria lá.
Taí, a grande contribuição tucana prá gestão mundial.
31 anos de demotucanato dá nisso.
Entregaram as estradas arrumadíssimas e a CCR foi lá e construiu as praças de pedágio e o sr. Renato teve que se esforçar muito prá gerar caixa pros seus patrões. Simples assim.
Isso é a privataria tucana no seu modelo mais bem acabado e que agride à bofetadas nossa cara.
Prá quem quiser saber mais
Wagner Martos

Sintonia Fina

Nenhum comentário: