7 de fev de 2013

Alckmin enquadrou o traiçoeiro Serra?




Por Altamiro Borges

A jornalista Julia Dualibi, do Estadão, publicou ontem uma notinha curiosa. “O ex-governador José Serra está cotado para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do governo de Geraldo Alckmin. Aliados do governador já sondaram o tucano sobre a possibilidade de ingressar no governo, mas Serra ainda não teria se manifestado sobre o assunto. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, com quem Serra se encontrou na semana passada, é entusiasta da ideia e passou a defendê-la nos bastidores”.

Hoje, no Painel da Folha, Vera Magalhães insinuou que a coisa é mais complicada do que parece no ninho tucano. Segundo a repórter, “Serra tem reclamado, em privado, de aliados que sugerem sua nomeação para a Secretaria de Desenvolvimento de São Paulo. Diz que o movimento ocorre à sua revelia e o indispõe com Geraldo Alckmin”. Quem será que está certa? Talvez ambas! Alckmin talvez tenha tentado enquadrar Serra, oferecendo-lhe uma boquinha no governo. Mas o traiçoeiro tucano parece que não gostou da proposta!

O clima no PSDB não anda nada amigável. As bicadas são cada vez mais sangrentas. Serra não abandonou a sua obsessão de ser novamente candidato a presidente. Tanto que ele virou um estorvo para o cambaleante Aécio Neves. Até lembra os bafômetros da polícia carioca. Ele também não confia em Geraldo Alckmin. Afinal, Serra o rifou na eleição da prefeitura paulistana, em 2008, quando traiu o PSDB e apoiou o ex-demo Gilberto Kassab. Teme sua “vingança maligna” e não toparia virar mero auxiliar do governador.

Sintonia Fina

Nenhum comentário: