30 de jun de 2012

PCC OCUPA A CHUÍÇA (*). INTERVENÇÃO FEDERAL, JÁ !

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG - Partido da Imprensa Golpista) não mostra!


É ou não é o caso de uma intervenção federal ?


O Sintonia Fina reproduz texto do Conversa Afiada



EM 11 DIAS DE JUNHO, SP REGISTRA 53% MAIS HOMICÍDIO QUE O MÊS TODO DE 2011



Entre a meia-noite do dia 17 e as 23h59 de quinta-feira, 28, 127 pessoas morreram assassinadas em São Paulo

Bruno Paes Manso e William Cardoso
O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO – Uma onda de homicídios passou a assustar os moradores das periferias da capital nos últimos 11 dias, período em que os ataques contra policiais militares e os incêndios a ônibus se intensificaram na capital. Entre a meia-noite do dia 17 e as 23h59 de quinta-feira, 28, 127 pessoas morreram assassinadas em São Paulo. O total é 53% maior do que o total de homicídios nos 30 dias de junho no ano passado.

Os dados são do Sistema de Informações Criminais (Infocrim) da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. O crescimento da violência começou a se acelerar depois da onda de assassinatos que já matou seis policiais em São Paulo. A primeira execução ocorreu no dia 12, com a morte do soldado Valdir Inocêncio dos Santos, de 39 anos. Entre os dias 17 e 23, mais cinco policiais morreram.

A comparação entre a proporção dos dados de homicídios na capital e no Estado revelam que o problema se concentra no município de São Paulo. Conforme dados do Infocrim, os 127 homicídios dos últimos 11 dias na capital representam 73% dos 174 assassinatos no Estado.


Saiu no Agora (o único jornal que presta, em São Paulo), na pág. A6:

GRANDE SP VIVE EXPLOSÃO DE MORTES APÓS ATAQUES A PMS.


Comparação entre quinzenas aponta alta de 142% dos casos após primeira morte de PM, dia 13.

Ônibus é incendiado depois de morte de jovem em Capão Redondo.


Sintonia Fina

Nenhum comentário: