2 de mai de 2012

PSDB faz campanha de Serra na TV para combater imagem de desonesto

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!



Será que um político há 50 anos na política, que fosse honesto e chegado ao trabalho, precisaria fazer propaganda na TV enfatizando estas características?



Pois o PSDB paulista gasta suas inserções na TV, com o pré-candidato a prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB-SP), desta forma, em vez de mostrar o que ele já fez de trabalho útil nestes 50 anos... mas o que ele fez, mesmo?

Apesar de estar há 50 anos na política, e ser conhecido por 100% dos eleitores, o programa se esforçou em tentar convencer os eleitores em duas características:


- dizer que Serra não seria desonesto;


- e que seria chegado ao trabalho;


Conclusão: Os marqueteiros identificaram que a imagem de Serra para boa parte da população não é de honestidade nem de alguém chegado ao trabalho.


Só tem três explicações:



1ª) Efeito do livro "A Privataria Tucana", onde mostra documentos provando movimentação de dinheiro através de empresas "offshore" em paraísos fiscais pela filha de José Serra, pelo genro, pelo ex-sócio casado com a prima do tucano, e pelo ex-caixa de campanha.


2ª) José Serra passou 15 meses na prefeitura de São Paulo em 2005 e 2006 e não fez nada; seu governo no estado de São Paulo foi pífio. Conclusão: é muito chegado ao poder e a privatarias, mas tem pouco trabalho a mostrar.


3ª) Político sem palavra que promete, e depois descumpre, chamando promessa assinada em papel e em frente as câmeras de "só um papelzinho sem valor", também não é visto como alguém de honestidade confiável.

Aliás, alguém sabe se José Serra contratou o mesmo marqueteiro de Paulo Maluf? Porque a propaganda está adequada à imagem de ambos.


Sintonia Fina
- com Amigos do Lula

Nenhum comentário: