13 de abr de 2012

The Guardian: “Todos querem falar com Dilma, menos Obama.”

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!


Barack Obama tem medo do que pode ouvir da presidenta brasileira. Quem deve, teme.


Sob o título “Todos querem falar com a presidente Rousseff, menos Obama”, o jornal britânico The Guardian publicou um artigo que defende mais atenção para o Brasil por parte da principal potência do mundo, dias depois da visita de Dilma a Washington e a Boston.


Em um texto de sua versão on-line, o diário, um dos mais importantes da Europa, diz que os norte-americanos parecem “presos em outra era” para não admitir que o vizinho ao sul é um exemplo.


No texto assinado pelo jornalista Jason Farago, baseado em Nova Iorque, Dilma é chamada de “a segunda pessoa mais poderosa no Ocidente”. Enquanto ela chegava aos EUA no início da semana, Obama, o mais poderoso, “passava a maior parte de seu dia embrulhando ovos de Páscoa” na Casa Branca.


Os dois presidentes tiveram uma breve reunião e uma entrevista coletiva conjunta “durante a qual eles nem se olharam no olho”, diz o texto.


“Não apenas o presidente dos EUA desdenhou das arapucas de uma visita de Estado; ele mal deu a Dilma duas horas”, diz o artigo.


A visita de Obama ao Brasil no ano passado tampouco foi de Estado – para isso é necessário visitar as sedes dos três poderes e o cumprimento de uma série de protocolos. Diplomatas norte-americanos afirmaram que isso aconteceu com Dilma porque é ano eleitoral e o presidente é candidato à reeleição.


Sintonia Fina
-com Limpinho e Cheiroso

Nenhum comentário: