15 de mar de 2012

Graça a Miriam: a Petrobras não muda.

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!







Disseram que ela era uma tecnocrata.Que não tinha jogo de cintura e paciência.
Que estourava por qualquer coisa.

Pois Graça Foster, a presidenta da Petrobras, saiu-se muito bem numa queda-de-braço com ninguem menos que Miriam Leitão, a quem concedeu uma entrevista quinta na Globonews, que só hoje a gente conseguiu colocar no Youtube.

É verdade que a fama de Graça deixou Miriam Leitão mais “calminha” e evitando aquela postura de “eu sei tudo” que tão frequentemente adota.

Graça acolheu a boa-vontade na mesma moeda e mostrou o que tem de melhor: conhecimento pleno e detalhado da atividade petroleira e a disposição de exercer uma liderança extremamente presente e vigilante.

Não vacilou na questão do eventual reajuste de preços da gasolina, tão defendido pela colunista das organizações Globo. Não vai haver, no curto prazo.

Na questão ambiental, tão explorada contra a melhor empresa do mundo em práticas de segurança, Graça deixou claro: na hora de qualquer risco, cada chefe de produção tem o mesmo poder da presidenta da empresa para dizer: pare e evite acidentes.

A linha de ação e a política de conteúdo nacional da Petrobras, Graça deixou claro, não vão mudar. Mas as exigências de prazo e qualidade serão intensamente cobradas.
E deixa claro que nenhuma petroleira no mundo tem, hoje, a perspetivas da estatal brasileira
Assista a íntegra da entrevista, em duas partes.


Sintonia Fina
-Tijolaço

Nenhum comentário: