2 de fev de 2012

Ban ki e Yoani recolham-se à sua insignificância

Isso a senhora Yoani não vê...
Ban Ki-Moon e Yoani Sanchez formam o casal perfeito.
 
Ban Ki-Moom é o tal secretário geral da ONU que não manda absolutamente nada, recebe um régio salário e vive passeando às nossas custas.
Yoani Sanchez é a cubana agente da CIA (ainda em fase experimental) que possui um blog para falar mal de Cuba
 
Yoani e Ban Ki têm em comum obediência cega às ordens da Casa Branca.
Formam um belo casal cuja meta de vida é mergulhar em águas repletas de candirus.
Ban Ki foi à Palestina Invadida, cuja porção ocupada se autodenomina Israel.
Os israelenses não lhe deram a mínima importância e em Gaza( Palestina Livre) foi recebido a sapatadas.
 
Yoani Sanchez, não satisfeita em ofender o povo cubano, voltou seu ódio ao Brasil.
E por que esse seu ódio ao Brasil?
 
Porque a presidente Dilma recusou-se a recebê-la em audiência.
 
Yoani agiria com mais dignidade se exigisse a retirada dos Estados Unidos de Guantánamo, território cubano ocupado e que foi transformado em prisão medieval, para onde são levadas vitimas inocentes para serem torturadas.
 
Isso não sensibiliza a cubana que diz defender os direitos humanos.
Direitos humanos de quem?
Dos torturadores?
Dona Yoani, pense duas vezes antes de vir conspurcar as terras brasileiras.
Aqui não precisamos de apoiadores de torturadores.
Aqui, os nossos torturadores já contam com o apoio incondicional da mídia.
E quanto ao senhor Ban ki, precisa se dar o respeito e parar de obedecer cegamente às ordens do Império.
 
Ban ki e Yoani, o melhor que vocês podem fazer e se recolherem à sua insignificância
 
 
Sintonia Fina
-Com Texto Livre

Nenhum comentário: