9 de mar de 2013

O POVO IDOLATRA CHÁVEZ E VEJA VÊ HERANÇA MALDITA


Em sua capa desta semana, a revista de Roberto Civita dedica sua capa à "herança sombria" de Hugo Chávez; internamente, reportagem trata da "maldição da múmia"; enquanto isso, multidões foram se despedir do líder que reduziu desigualdades sociais, universalizou a educação, reduziu os índices de mortalidade, desnutrição e, sobretudo, de desemprego; se foi com o dinheiro do petróleo, já não era sem tempo...

Enviado a Caracas, capital venezuela, pela revista Veja, de Roberto Civita, a Caracas, o jornalista Duda Teixeira produziu a capa desta semana da revista semanal, que destila ódio e preconceito em relação ao ex-presidente morto. A começar pela escolha da foto da capa, a meia luz, e do título "Chávez – a herança sombria". Internamente, o tom é ainda mais agressivo, na reportagem intitulada "A maldição da múmia", que fala que o fantasma chavista assombrará a América Latina ainda por muitas décadas.
Para comprovar a "herança maldita" deixada pelo líder bolivariano, Veja listou alguns pontos, como o retorno dos militares à cena política, a "destruição das instituições", a "mentira como política", a escolha de um "inimigo externo" (no caso, os Estados Unidos), o "culto à personalidade", a "dilapidação do patrimônio", a "demonização da classe média", o "intervencionismo", a "bajulação dos tiranos" e a "utopia do bem coletivo".
Para quem estiver interessado no outro lado, vale ler o texto de Salim Lamrani, leia AQUI

SINTONIA FINA

Nenhum comentário: