24 de mar de 2013

Erro no Jornal Nacional gera gritaria e confusão na Globo. Cabeças podem rolar



Uma falha técnica que aconteceu no início do Jornal Nacional, na segunda (18), causou o maior transtorno nos bastidores da Globo.

William Bonner e Patrícia Poeta ficaram "passados" depois que as manchetes, gravadas pelos dois antes de o telejornal ir ao ar, simplesmente terem sido exibidas cheias de falhas e buracos.

Sem graça, o apresentador disse no ar, ao vivo: "A abertura do Jornal Nacional foi totalmente prejudicada por um problema técnico, mas vamos começar assim mesmo, sem as manchetes do dia".

O erro tomou conta das redes sociais.



Na Globo, foi a maior gritaria e corre-corre. Luiz Fernando Ávila, editor-chefe adjunto, braço direito de William Bonner, e responsável por colocar o jornal no ar, ficou transtornado e pálido na hora.

Ali Kamel, diretor geral de jornalismo e esportes da TV Globo, e Silvia Faria, diretora da Central Globo de Jornalismo, desceram enlouquecidos na redação para ver o que havia acontecido. No final do JN, se reuniram a portas fechadas com Bonner.

O clima ficou pesadíssimo e o comentário era de que, infelizmente, cabeças iriam rolar.

O que se falava entre a equipe era que esse foi a pior falha da história do Jornal Nacional, equivalente a um erro na manchete de um jornal impresso.

Recentemente, já havia acontecido um estresse interno em razão de outros dois problemas técnicos em que o repórter César Menezes ficou falando sozinho, sem imagem, com uma tela preta.

Um dos erros aconteceu em uma reportagem sobre a investigação do incêndio da boate Kiss, em Santa Maria (RS).

SINTONIA FINA
- com Blog do Saraiva

2 comentários:

José Paulon disse...

Bem Feito!

Apelido disponível: Sala Fério disse...

É até bom pra eles perderem um pouco a pose e a pompa. Eles, que se colocam como perfeitos e acima do bem e do mal, embora todos saibam que a Globo deva bilhões à Receita e à Previdência, dinheiro que daria para melhorar a saúde, segurança e educação. Eles que lutam contra todos os avanços, com críticas muitas vezes injustas e antecipadas. Eles que tentam jogar a culpa de tudo o que ocorre no país no governo petista.