1 de fev de 2013

ÚLTIMO TIRO DE GURGEL: PGR VAZA DENÚNCIA CONTRA RENAN

Procurador-geral da República, Roberto Gurgel tem se esforçado em dizer que a denúncia contra o senador Renan Calheiros, candidato eleito à presidência do Senado, não tem motivações políticas, mas é no mínimo estranho que a ação seja divulgada na íntegra à imprensa poucas horas antes de a eleição ser realizada na Casa

Apesar das tentativas do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, em afirmar que a denúncia contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) não tem motivações políticas, causa no mínimo estranheza a divulgação do processo, na íntegra, no mesmo dia da eleição à presidência do Senado – Renan é o candidato favorito a assumir o posto.
O documento foi publicado pelo site da revista Época nesta sexta-feira 1º, às 5h04, enquanto a eleição está marcada para acontecer às 10h no Congresso. "ÉPOCA teve acesso na noite de quinta-feira (31), com exclusividade e na íntegra, à devastadora denúncia oferecida pelo procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, contra o senador Renan Calheiros, do PMDB de Alagoas, no dia 24 de janeiro", noticia a publicação da Editora Globo.
peemedebista já disse considerar a atitude de Gurgel – de segurar a denúncia por dois anos e apresentá-la apenas a duas semanas das eleições no Senado – "completamente estranha". "Os fatos falam por si só", disse Renan, que é acusado pelos crimes de peculato (desvio de dinheiro público), falsidade ideológica e uso de documento falso.

Sintonia Fina
- com 247

Nenhum comentário: