13 de fev de 2013

PT ENFRENTA A OPOSIÇÃO “EXTRA-PARTIDÁRIA”





A Oposição partidária e a não-partidária, que se reúne à sombra das palmeiras da Casa Grande, só vai pra frente com o fracasso da economia.


Saiu no Valor:

DEPOIS DE 10 ANOS DE PODER, PT QUER MUDAR RELAÇÃO COM EMPRESARIADO



Por Cristian Klein | De São Paulo

“É preciso atrair o empresariado para o modelo de desenvolvimento que nós estamos conduzindo, mas você precisa quebrar essa mudança que a oposição extrapartidária fez agora”, diz Falcão, referindo-se ao que chama de aliança entre empresários, altos funcionários de Estado e grupos de comunicação.


O presidente do PT refere-se a uma alteração que teria ocorrido no discurso da oposição. Falcão afirma que, depois de o julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) não ter produzido todos os efeitos esperados pelos adversários, a oposição passou a desqualificar a presidente Dilma Rousseff como má gestora. Primeiro, afirma o dirigente, diziam que Dilma era técnica, mas não política, e “agora precisam dizer que não é uma boa técnica”. A inflexão teria pavimentado o caminho para uma série de críticas em relação ao aumento da inflação, à falta de investimento e à capacidade de o governo resolver o gargalo da infraestrutura.


Sintonia Fina
- via Conversa Afiada

Nenhum comentário: