20 de jan de 2013

Pesquisa divulgada na CNBB

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!




DEM: Campeão de Políticos Cassados.

Pesquisa divulgada na CNBB revela que, desde 2000, a Justiça já cassou 623 mandatos de gente envolvida em denúncias de corrupção eleitoral. Além disso, ainda tramitam nada menos que 1.100 processos relativos às eleições de 2006.

O levantamento foi realizado pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, sob o comando do juiz eleitoral Márlon Reis. Ao analisar
os números, chegou-se a conclusão de que, entre 2000 e 2006, houve um aumento de 320% no número de cassações.

Os prefeitos e vices lideram o ranking dos cassados - foram 508. Em segundo lugar, aparecem os vereadores (84). De "peixe grande", apenas dois governadores acabaram se dando mal: Flamarion Portela, de Roraima, e Cássio Cunha Lima (PSDB), da Paraíba.

Os políticos de Minas Gerais estão no topo da lista dos cassados - eles representam 11,38% do total. Em seguida, vêm Rio Grande do Norte (9,63%), São Paulo (8,82%), Bahia (8,66%) e Rio Grande do Sul (7,86%).

Ao todo, 21 partidos tiveram políticos atingidos. O Democratas aparece em primeiro lugar – 69 cassados (20,4%), seguidos do PMDB (19,5%), PSDB (17,1%), PP (7,7%) e PTB (7,1%).


PSDB: Campeão de Políticos Fichas Sujas

Os TREs (Tribunais Regionais Eleitorais) barraram até agora a candidatura a prefeito de 317 políticos com base na Lei da Ficha Limpa, mostra levantamento da Folha nos 26 Estados do país.

O número deve aumentar, já que em 16 tribunais ainda há casos a serem julgados.

Entre esses fichas-sujas, 53 estão no Estado de SP.

Na divisão por partido, o PSDB é o que possui a maior "bancada" de barrados, com 56 candidatos --o equivalente a 3,5% dos tucanos que disputam uma prefeitura.

Nenhum comentário: