11 de jan de 2013

GOVERNO DE SÃO PAULO(PSDB) E SUA COVARDE ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE...Baleada pelo namorado, jovem não tem ajuda da PM e é socorrida pela família

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!

Após atirar na vítima, rapaz disparou contra a própria cabeça e não sobreviveu 

Um desentendimento entre um casal de jovens namorados acabou em morte na madrugada desta quinta-feira (10), no bairro Vila Curuçá, zona leste da capital paulista.

Segundo a Polícia Militar, que não socorreu as vítimas seguindo a nova lei vigente, Adriano da Silva, de 22 anos, atirou em sua namorada, Bruna Batista, de 21, e depois cometeu suicídio.
A jovem ficou ferida gravemente e a família, em uma ação desesperada, não quis aguardar atendimento do Samu ou dos bombeiros.

Para PMs, proibição de socorro vai deixar vítimas agonizando
Vítima de 1º confronto leva meia hora para ser atendida

Eles fizeram o socorro com carro da próprio, levando Bruna para o Hospital Ermelino Matarazzo, onde está internada em estado grave. A bala está alojada na parte de trás do pescoço e a jovem deve passar por cirurgia.

Após a tentativa de homicídio, Adriano atirou contra a própria cabeça. Os bombeiros chegaram a ser acionados para socorrer o rapaz, mas ele morreu no local. O caso deve ser registrado no 50º Distrito Policial do Itaim Paulista.

Novo procedimento
Desde segunda-feira (8), em todos os casos que registrem feridos, os policiais que primeiro atenderem as ocorrências descritas deverão chamar uma equipe de resgate do SAMU, ou serviço local de emergência, para o socorro imediato da vítima.

Em seguida, comunicar o seu centro de comunicações, no caso da Polícia Militar, o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), e no da Polícia Civil, o Cepol (Centro de Comunicações e Operações da Polícia Civil).

 Assista ao vídeo:

video


Sintonia Fina
com R7

Nenhum comentário: