16 de ago de 2012

Policarpo é convocado e vai depor...

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG- Partido da Imprensa Golpista) não mostra!


...mas é no tribunal, para socorrer o réu José Serra




O jornalista Policarpo Júnior, diretor da revista Veja, deporá às 14h do dia 6 de setembro, como testemunha, de defesa de José Serra (PSDB/SP), em tribunal de Brasília.
Serra responde processo por crime de calúnia, decorrente da campanha de baixarias perpetrada na campanha eleitoral de 2010. Quando pedia votos no Rio Grande do Sul, deu entrevista ao jornal Zero Hora, repetindo calúnias sem pé nem cabeça contra o PT, acusando o partido de envolvimento com o narcotráfico, através das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).
A declaração delinquente levou José Serra ao banco dos réus na Ação Penal nº 6376-20.2010.6.21.0111, que corre na 111ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Sul.
Para tentar escapar de condenação, Serra recorreu à Policarpo como testemunha. Presume-se que Serra queira usar 'reporcagens' da revista como álibi para suas baixarias.
O problema é que, se o jornalista da Veja fizer afirmações caluniosas em juízo, corre o risco de entrar como testemunha e acabar como réu, ao lado de José Serra, em outro processo.
O que o deputado Miro Teixeira (PIG/RJ, ops..., PDT/RJ), opositor da convocação de Policarpo na CPI do Cachoeira, tem a dizer?
Serra estaria violando a liberdade de imprensa ao convocar o testemunho de um jornalista (que deveria ser neutro) para depor a respeito de suas 'reporcagens'?
Policarpo já depôs a favor dos interesses do bicheiro Carlinhos Cachoeira na Comissão de ética da Câmara, no dia 22 de fevereiro de 2005. Agora, deporá a favor dos interesses de um político, José Serra. Por que não poderia depor também em um inquérito parlamentar para prestar esclarecimentos do interesse do povo brasileiro?
Não é só Miro Teixeira quem rebaixa o papel do Congresso Nacional, para blindar a revista Veja na CPI. Segundo o noticiário, o PMDB também. O partido teria feito uma parceria com a revista, para um não falar da corrupção do outro, o que é uma vergonha tanto para o jornalismo que combina esconder notícias, como para os peemedebistas perante seus eleitores.

Sintonia Fina
- via Com Texto Livre

Nenhum comentário: