7 de jul de 2012

Em nome do tucanato, Álvaro Dias avalisa o golpe e quer barrar Caracas no Mercosul

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG- Partido da Imprensa Golpista) não mostra!



É esse o embaixador do Paraguai ...isso aí, cercado por sua gang.

O novo governo paraguaio pode ficar tranqüilo: o senador Álvaro Dias garantiu ao presidente Franco o apoio incondicional do PSDB à nova ordem estabelecida em Assunção. Com essa solidariedade, o chefe de governo do país vizinho está apto a reverter a situação de repúdio continental, vencer a parada no Mercosul e roncar grosso – como, aliás, está começando a fazer – contra o Brasil, a Argentina e o Uruguai”.Escreveu Mauro Santayana em seu site....

E Álvaro Dias, apoiado pelo PSDB,ganhou o título de embaixador dos golpistas

O senador brasileiro Álvaro Dias (PSDB-PR) reuniu-se ontem como presidente do Paraguai, Federico Franco, criticando a decisão do governo Dilma Rousseff de "isolar" o país vizinho. Dias afirmou ainda que o PSDB analisará a possibilidade de entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a entrada da Venezuela no Mercosul.

A decisão final do partido será anunciada na terça-feira.

O Congresso paraguaio não aprovou a entrada de Caracas no bloco, mas, como Assunção está suspensa do Mercosul, os outros três membros entenderam que era possível incorporar a Venezuela.

Também ontem, o presidente da comissão da Defesa da Câmara de Deputados do Paraguai, José López Chávez, anunciou que manteve conversas com generais dos EUA para negociar a instalação de uma base militar no Chaco...

Sintonia Fina

Nenhum comentário: