23 de jun de 2012

Veja apoia o golpe no Paraguai

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!


 
 
O blogueiro oficial da revista Veja acaba de postar um texto efusivo em apoio ao golpe no Paraguai. Para o patético Reinaldo Azevedo, a destituição do presidente “é constitucional e democrática... No Paraguai, triunfou a lei. É tão evidente a vinculação de Fernando Lugo com os ditos sem-terra, convertidos em força terrorista, que os dias a mais para a defesa não fariam diferença no mérito”.
 
No seu linguajar agressivo, o colunista da Veja chega a sugerir que “o melhor que este ex-bispo fazedor de filhos tem a fazer é cair fora sem resistência. O sistema democrático pode sobreviver sem ele”. O fascista simplesmente despreza o voto de 41% dos paraguaios, que elegeram democraticamente o presidente deposto agora por forças reacionárias. Ele mostra todo o seu ódio à democracia!
 

América Latina em risco

 

Azevedo também critica a Unasul e o governo Dilma. “Não adiantou a pressão da Unasul, com destaque para o papel equivocado de sempre da diplomacia brasileira, que tentou intimidar o parlamento paraguaio... Governos latino-americanos tentaram criar uma nova ‘Honduras’. Lembram-se da novela sobre a deposição do chapeludo Manuel Zelaya e da confusão armada por Celso Amorim? Pois é… Também naquele caso, um presidente eleito tentou atropelar a Constituição que o elegeu”.
 
Para ele, que expressa descaradamente o pensamento da maior parte da mídia, o golpe no Paraguai representa uma derrota dos “governos do subcontinente ideologicamente alinhados com Lugo”. Lembra que “a Venezuela ainda não faz parte do Mercosul justamente porque o Senado paraguaio [o mesmo que hoje deu o golpe] se negou a aceitar a companhia do Beiçola de Caracas”.


Sintonia Fina

Nenhum comentário: