25 de jun de 2012

Denúncia sobre Pinheirinho à OEA é tornada pública

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!



Documento foi encaminhado pelo promotor Márcio Sotelo Felippe, em conjunto com magistrados, políticos e voluntários, e pede a reparação dos danos humanos e materiais causados no massacre do interior de SP e punição dos culpados; leia a íntegra


Uma denúncia contra o massacre de Pinheirinho, encaminhada à Comissão de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (CIDH/OEA), foi tornada pública no último dia 22, na Faculdade de Direito da USP. O documento foi enviado pelo procurador Márcio Sotelo Felippe, com outros defensores de Pinheirinho (magistrados, juristas, políticos e voluntários). 

Na denúncia, é pedida a reparação dos danos humanos e materiais causados pelo brutal massacre e exige-se a investigação e punição dos culpados. 

A reintegração de posse da região de Pinheirinho, na cidade de São José dos Campos, interior de São Paulo, foi considerada uma ação truculenta da Polícia Militar. 

Em março, um relatório divulgado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana de São Paulo (Condepe) registrou mais de 1,8 mil denúncias de violações de direitos humanos que teriam ocorrido em janeiro, durante a operação.


Sintonia Fina
- com 247

Nenhum comentário: