17 de jun de 2012

Bolsa Família: a Globo tem um problema com os pobres

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!





O jornal o Globo tem um problema com os pobres: é contra.

E, por definição, é contra o Bolsa Família, como demonstra o editorial deste sábado.
 
(Ainda não se sabe de nenhum ataque frontal do Globo ao programa “Brasil sem Miséria”, mas logo virá.)
 
A Rede Globo tem como seu Cardeal Ratzinger um Gilberto Freire (com “i” mesmo – leia o “Em tempo”), um dos mais fervorosos adversários do Bolsa Familia.
 
Por exemplo: neste inesquecível artigo, de 2008, Kamel antecipa o editorial deste sábado: o Bolsa Familia vai promover o congelamento ártico da mobilidade social: filho de pobre pobre será, sempre !
 
Agora, no blog do Nassif, o Marco Antonio, do Blog Amigos do Presidente Lula, desmonta a “reportagem” do Globo que deu origem ao editorial e a “reportagem” do jornal nacional.
 
Não adianta: pobre não é o forte do pessoal.
 
Pobre, para a Globo, só o pessoal do bairrro do Divino: pobre que fica rico.
 
Em tempo: A propósito do clássico da literatura antropologica nacional,
“Não, não somos racistas”, de Ali Kamel, amigo navegante pernambucano lembrou da seguinte anedota.
 
Conta-se que, em Apipucos, um dia, D. Madalena virou-se para o marido e disse: Gilberto, essa carta está aí, em cima da tua mesa há um mês e você nem abre nem joga no lixo. Respondeu o Mestre de Apipucos: Madalena, querida, não posso abrir. É para um Gilberto Freire com “i”.
 
Não sou eu.
 
Paulo Henrique Amorim
 
 
 
Sintonia Fina

Nenhum comentário: