3 de mai de 2012

GOVERNO SUPERA QUESTÃO DA REMUNERAÇÃO DA POUPANÇA - UMA LIÇÃO NOS ECONOMISTAS DE REDAÇÃO

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!




Ministro Guido Mantega está ajudando o governo a matar os "economistas de redação" de raiva.

Sem quebra de contrato, sem confisco, sem prejudicar o investidor, sem traumas, sem repetir erros anteriores, o governo encontrou o caminho para alterar a fórmula de remuneração da CADERNETA DE POUPANÇA, (apenas para novos depósitos) e garantir ainda por cima as condições necessárias para que o BANCO CENTRAL possa continuar o ciclo de redução da TAXA SELIC.

O que parecia ser um obstáculo intransponível, sem que a "idéia de calote ou confisco" atormentasse o poupador e deixasse o governo em situação delicada em ano eleitoral, foi resolvido de forma tranquila e inteligente.

É simples meu amigo, se você tem por exemplo R$ 1.000,00 na Poupança, vai continuar recebendo a TR + 6% ao ano sobre esse valor. Depois de sancionada a MP com a nova forma de remuneração, os seus R$ 1.000,00 continuam sendo remunerados da FORMA ANTIGA e só os novos depósitos que você fizer na sua conta é que serão remunerados por TR + 70% da TAXA SELIC, caso ela esteja em 8,5% ou abaixo disso. Se a TAXA SELIC subir, digamos, ficar em  9% (como está hoje) todo o seu dinheiro depositado na poupança volta a ser remunerado pela forma anterior. 

Ou seja, o poupador não perde, e o país tem agora uma nova janela para reduzir os juros da SELIC, que a forma anterior de remuneração rígida da Poupança impedia que fosse feita, sem o risco de uma debandada dos Títulos e Fundos de Investimentos.

Os economistas de "redação" que previam o caos e o cheiro de calote e confisco, erraram mais uma vez.


Sintonia Fina
- com Bond Blog

Nenhum comentário: