26 de mai de 2012

Armadilha da Veja: Gilmar tenta salvar-se


Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!


O Sintonia Fina reproduz texto de PHA

No leito de morte, o detrito sólido de maré baixa reproduz entre aspas declarações de Gilmar Dantas (*) que dariam a entender que, na presença de Nelson Johnbim, Lula teria feito uma chantagem; você adia o julgamento do mensalão no Supremo e eu te blindo na CPI.


PHA

Primeiro, Lula conhece melhor do que ninguém esses dois Ministros do Supremo nomeados por Fernando Henrique.

Sabe o que lhes cai na alma.

Por exemplo, que Johnbim não tem segredos para o Cerra.

Lula teria que ser muito ingênuo para “chantagear” um dos personagens do grampo sem áudio, divulgado nesse mesmo detrito de maré baixa.

Com o grampo sem áudio do Gilmar e a babá eletrônica do Johnbim eles conseguiram detonar o Paulo Lacerda e salvar o Daniel Dantas (e, por extensão, a Privataria do Fernando Henrique).

Gilmar não tem o poder de adiar ou antecipar nada no STF.

Ele agora é o ex-Supremo.

E não haveria de ser o Joaquim Barbosa ou o Ricardo Lewandowski que haveria de dar trela a Gilmar.

E o Lula sabe disso.

Como sabe que ninguém blinda ninguém numa CPI.

Não é isso, Stanley Burburinho ?

O passarinho saiu lá de Brasilia e voou para Salvador, onde os blogueiros sujos, com a saudação do Lula e a sugestão do Franklin encontraram seu lema: nada além da Constituição.

Uma hipótese, amigo navegante, é que se segue, a partir da conversa com o ilustre passarinho.

Tentam pegar o Lula numa armadilha.

O Gilmar?

A Veja ?

Ou o Johnbim ?

Quem está com a reputação na reta da CPI não é o Lula.

A CPI já destruiu a Veja.

E começa a desvendar detalhes sombrios da relação de Gilmar com Demóstenes, que transcende o grampo sem áudio.

Gilmar mandou subir, disse Demóstenes ao Cachoeira.

Gilmar intima Demóstenes a participar de um jantar.

Segundo o próprio Gilmar, ele se encontrou com Demóstenes em Berlim.

Nessa data o Cachoeira foi a Berlim, segundo a Veja.

Como se sabe, o Cachoeira e Demóstenes adoram o portão de Brandemburgo.

Pensam até em sugerir ao Tucano Perillo para reproduzí-lo em Anápolis.

Lula não tem nada a Temer (caixa alta, por favor, revisor).

Também ele quer ver o Dirceu ser condenado no Supremo.

E tanto faz o julgar o mensalão agora ou no dia de São Nunca.

O lugar do Lula está fixado na História.

O do Gilmar também.



Sintonia Fina

Nenhum comentário: