25 de abr de 2012

Investimentos no exterior ultrapassam US$ 200 bi

Veja aqui o que o Partido da Imprensa Golpista (PIG) não mostra!


Dados da pesquisa anual Capitais Brasileiros no Exterior (CBE) divulgados, nesta terça-feira (24), apontam que o estoque de investimento brasileiro no exterior ultrapassou, pela primeira vez, os US$ 200 bilhões. 
 


O estudo, que foi realizado pelo Banco Central (BC), demosntrou qeu em 2011, esses investimentos somaram US$ 202,586 bilhões, crescimento de 7,4% em relação a 2010. O BC afirmou que esse crescimento tem ocorrido devido à ampliação na participação de capital das empresas no exterior.

A CBE apurou ainda que os ativos externos totais ficaram em US$ 281,063 bilhões em 2011, um crescimento de 2,3% em relação a 2010.


Em relação aos investimentos em carteira (ações e títulos de renda fixa), a pesquisa mostrou que estes somaram US$ 28,485 bilhões, uma retração de 25,4% em relação ao ano anterior.


Em outros investimentos (empréstimos, moedas e depósitos), foram registrados US$ 49, 325 bilhões, aumento de 5%.


O número de declarantes da CBE em 2011 foi de 21.716, a maior participação registrada pelo BC. Desse total, 19.414 são pessoas físicas e 2.302 são empresas. A declaração foi obrigatória para pessoas físicas e jurídicas que detinham ativos no exterior, em 31 de dezembro, em montante igual ou superior a US$ 100 mil.

Entrada e saída de doláres

O Banco Central também apontou, segundo dados do fluxo cambial, que a entrada de dólares no país superou a saída em US$ 3,87 bilhões, neste mês, até o último dia 20.


De acordo com os dados, nesse período, o segmento comercial (operações relacionadas a exportações e importações) registrou entrada líquida (descontada a saída) de US$ 5,115 bilhões.


Já o segmento financeiro (investimentos em títulos, ações, remessas de lucros e dividendos ao exterior, entre outras operações) apresentou mais saída do que entrada de dólares. O saldo negativo ficou em US$ 1,246 bilhão.


Sobre as compras de dólares no mercado, o BC destacou qeu as compas à vista elevaram as reservas internacionais em US$ 5,54 bilhões, neste mês, até o dia 20.


Com informações da Agência Brasil





Sintonia Fina

Nenhum comentário: