8 de fev de 2012

Bonner lê notícia sobre estupro no Pinheirinho igual lê uma bula de purgante

A gente sabe que falar em estupro dentro dos estúdios da TV Globo, é falar de corda em casa de enforcado... Mas o jornalismo do Jornal Nacional (JN) é uma vergonha.

Até a Folha tucana (jornal Folha de São Paulo) mandou a repórter Laura Capriglione para apurar a denúncia de estupro por Policiais Militares, na operação de extermínio do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP). Eis o vídeo:


 



Já o JN, cuja Rede Globo conta com a equipe da TV Vanguarda, afiliada na cidade, não produziu nenhuma imagem.

William Bonner leu a denúncia do Ministério Público, rapidinho, igual lê uma bula de remédio . 
 
Patrícia Poeta leu um trecho da nota oficial de resposta da PM, e completou a frase padrão dita dezenas por vezes pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) toda vez que se mete em escândalos de corrupção, racismo e violência contra cidadãos paulistas: "... será apurado rigorosamente...".

Só que ninguém sabe, ninguém viu de apuração nenhuma de escrivã da polícia despida à força por policiais homens para revista, nem de  estudante negro agredido na USP, nem dos três policiais filmados agredindo um cidadão sem motivo no Pinheirinho, nem de denúncias de idosos espancados, e dezenas de outros casos varridos para baixo do tapete. 
 
 
Sintonia Fina
- Amigos do Lula 

Nenhum comentário: