11 de jan de 2012

Folha de SP perde 6% dos leitores em 5 meses. 18 mil exemplares por dia deixaram de circular.


Será culpa da crise grega?

Os tucanos sempre colocavam culpa nas crises internacionais por seus fracassos.

O Brasil cresceu perto de 3% no ano passado, mas a circulação do Jornal Folha de São Paulo encolheu 5,9%, ou seja, o jornal está produzindo 18 mil exemplares a menos por dia.

No primeiro semestre de 2011, o jornalão ostentava números de uma recuperação diante do primeiro semestre do ano interior. Anunciava uma média diária de 305.522 exemplares.

Cinco meses depois, a média diária em novembro de 2011 caiu para 287.497 exemplares.

Os números ainda não refletem o efeito da perda de credibilidade em dezembro, quando o jornal tentou esconder do noticiário o livro reportagem "A Privataria Tucana".

Em tempo: é interessante acompanhar o Diário Oficial de São Paulo, para saber se o governador Geraldo Alckmin (PSDB/SP) não fará um "reforço" nas assinaturas em massa para repartições públicas.

 
 
Sintonia Fina
via Amigos do Lula

"O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a
prática diária da inteligência e o exercício
cotidiano do caráter"
(Cláudio Abramo)

Nenhum comentário: