23 de dez de 2011

Privataria: Cerra agradece blindagem ao PiG

Na pág. 7 do Globo, Serra publica o artigo “Fascismo quase disfarçado”.




Como dizia o Pedro Malan: o que é novo não presta; o que presta não é novo.

Não vale a pena ler o Padim.

Ele escreve mal.

É pura ira, sem uma réstia de luz.

O artigo é uma defesa do PiG (*) contra os ataques do PT.

“Ataques” à irrestrita liberdade de que gozam os donos de imprensa no Brasil.

Tudo o que a Judith Brito e o Merval já se cansaram e dizer.

Confundem Ley de Medios com Censura.

Mas, esse não é o ponto, amigo avegante.

O artigo de Cerra é uma gentileza, uma nota de singelo agradecimento.

Deve ter sido acompanhada de uma dúzia de rosas vermelhas colombianas.

Porque o PiG tentou blindar o Cerra e não conseguiu.

“Privataria Tucana” caminha para os 200 mil exemplares e gerou em 15 dias uma CPI que o Marco Maia não conseguirá sepultar.

A bola está lá dentro.


Mas, o Padim é um leal servidor.

Deve tudo ao PiG (*) .

Sem o PiG, ele e o Fernando Henrique não passavam de Resende.

Em tempo: No Globo se diz que o PSDB vai processar o Amaury. Tomara !


Sintonia Fina - PHA





"O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a prática diária da inteligência e o exercício cotidiano do caráter"
(Cláudio Abramo)



Nenhum comentário: