23 de dez de 2011

Fracassou o “caosaéreo” da Globo. Que pena !




O Globo chora lágrimas copiosas.

Que pena !

Não deu certo !

Diz a primeira página, em berro lancinante:

“ Movimento racha e greve de Natal fracassa em aeroportos”.

A seção de Economia (?) uiva:

“A greve que não decolou”.

Durante a quarta e a quinta, os telejornais da Globo convocaram a greve e tentaram promover o “caosaéreo “.

Como sempre, os trabalhadores da industria da aviacao civil entram em greve logo antes dos feriadões e contam, ab ovo, com a cumplicidade entusiasmada da Globo.

Promover a subversão da ordem pública (num Governo trabalhista).

A Globo se lembra da greve dos caminhoneiros que parou o Chile com dinheiro da CIA e derrubou Allende.

Ali Kamel, o mais poderoso diretor de jornalismo da História da Globo, deve ter ouvido falar nisso.

Derrubar o Allende !

Dessa vez, não deu.

Fica para o Carnaval.


Sintonia Fina - Conversa Afiada




"O jornalismo é, antes de tudo e sobretudo, a prática diária da inteligência e o exercício cotidiano do caráter"
(Cláudio Abramo) 

Nenhum comentário: