9 de nov de 2011

Aécio e suas frases de puro marketing

No fato mais importante do dia para o tucanato, o seminário "Nova Agenda" promovido nesta 2ª feira (ontem) pelo partido no Rio, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), em plena campanha para viabilizar-se como o presidenciável do PSDB em 2006, não teve nada mais consistente a apresentar a não ser frases de efeito. 
 
Puro marketing.
 
Ele pensa que pode enganar o povo com sua retórica e suas mágicas. Sua frase mais bombástica no seminário, de que o governo só pune o malfeito quando vira escândalo, está mais para as práticas da inquisição. 
 
Na verdade, o ex-governador de Minas e ex-líder do governo Fernando Henrique Cardoso está com amnésia repentina, já que no período tucano (1995-2002) nada era investigado.
 
Tínhamos até o "engavetador geral da União" no Ministério Público, lembram-se? O Tribunal de Contas da União (TCU) era, então, um silêncio só. A Controladoria Geral da União (CGU) era nada. 
 
Quer dizer, os órgãos de fiscalização, de controle do Estado, da União, não controlavam coisa nenhuma.
 
Tanto era assim que a lista de escândalos da era tucana não tem fim.
 
O tucanato acha que o povo é bobo
 
Sintonia Fina

Nenhum comentário: